Maria Ivone Vairinho e Poetas Amigos

Janeiro 31 2010

 

Amizades
 
A 21 de Janeiro de 2010 os Jograis do Atlântico (Edite Gil e Francisco Félix Machado) estiveram na cidade do Porto, nas comemorações do Centenário da República.
 
Apresentámos poesia de autores de gerações diferentes que escreveram entre 1890 e 1926.
 
http://livros.sapo.pt/noticias/artigo/17125.html
 
Um abraço
 

Edite
 

publicado por appoetas às 03:49
Tags:

Janeiro 30 2010

Caros Associados,

 

Por solicitação do nosso associado FILIPE PAPANÇA, publicamos o convite  da Biblioteca Municipal para o evento do dia 9 de Fevereiro de 2010, às 19h30, no Palácio Galveias:

 

 

 

NÃO FALTE!

 

Maria Ivone Vairinho

publicado por appoetas às 02:49

Janeiro 28 2010

Aquela mão generosa,

Suave mas vigorosa,

Estendida, sem nada cobrar,

Sem algo em troca esperar,

Arrebatando-me à dor

No pântano de pavor

Em que me vi submersa

Nessa época adversa,

Devolveu-me a alegria

Sem artifícios nem magia,

E ajudou-me a entender

Que vale a pena viver,

E que o melhor da vida,

O que a torna colorida,

É a verdadeira Amizade

Desprovida de egoísmo,

Dia a dia cultivada

E dia a dia revelada,

Plena de altruísmo

Em cada oportunidade,

Aquecendo-nos o coração

E, resgatando-nos,

Nossa tábua de salvação,

Do fundo da adversidade.

 

MARIETA ANTUNES

publicado por MARIETA ANTUNES às 23:04

Janeiro 24 2010

 

Por muito que a terra gema

não se consegue calar o poema

em gritos desorientados pela aflição.

 

Doem-me os dedos pelas palavras tristes,

doem-me os olhos pelo sangue que escorre. 

 

Desespera-se por um tempo vagabundo

onde o caminho se instala em cada olhar.

 

Carrega-se a vida dorida nas lágrimas

que assentam pesadas nos ombros

dos que ficaram.

 

Entorna-se assim o mar imenso em cada onda

de morte … como um pesadelo.

 

Leves são as almas que chegam ao céu, sem asas

 

…porque não houve tempo.

 

 

publicado por Vanda Paz às 16:48
Tags:

Janeiro 22 2010

Sentei-me na mesa do café

rasando os vastos pés de Bocage

atirei-lhe um verso em boa-fé

ele olhou p'ra mim da alta laje

cansado da ignorância da ralé

cruzando a perna , abanando o pé

num divagar esguio e impreciso

sobre o país soturno, indeciso.


 

Aproximei-me dele mais um pouco

e perguntei sem medo nem cuidado

num impulso bem meu e muito louco

se fora um poeta bem amado.

Seu vulto baço de seca espiga

com o punho de poeta bem cerrado

manejou a pena oca, carcomida

numa escrita só por ele entendida.


 

Não me deu qualquer resposta, porém

tolerou minha ínfima pessoa

e toda a ignorância que contém

num olhar vazio, perdido, à toa.

Desenhou arabescos pelo ar

mandando-me, por gestos, soletrar:

Sou um filho do excelso Arcadismo

mas sempre em mim cantou o Romantismo.

 

Liliana Josué


 

publicado por cantaresdoespirito às 22:46

Janeiro 22 2010

 Eu sou a Arca vagabunda

dos Oceanos.

Sobrevivente do Dilúvio

refugiada naquela água funda

salgada e fria.

Naveguei pelo mundo das aflições

e desenganos.

Raízes não criei em terra fértil

de verdes prados e rebentos pequeninos.

O mar tragou-me

mas dura arca me tornei

sem âncora nem destino.

Fui eu que assim o quis,

ou Alguém o decretou?


Liliana josué

publicado por cantaresdoespirito às 22:41

Janeiro 22 2010
Olá amigos ESPECIAIS
 
TUDO ISTO É PÁTRIA - É o poema declamado que vos ofereço esta semana
informando simultâneamente que estarei ausente do computador até 2 de Fevereiro.
Veja e ouça  este tema em poema da semana ou aqui neste link:
 
http://www.euclidescavaco.com/Poemas_Ilustrados/Tudo_Isto_e_Patria/index.htm
 
Saudações Lusófonas para todos os meus amigos espalhados pelo mundo.
Euclides Cavaco
poesia@sympatico.ca
cavaco@sympatico.ca
 
Os programas de  FADO E POESIA dos dias 22  e 29 de Janeiro
serão preenchidos pelo director da ROM   Gabriel Castanhas
pelo facto de eu estar ausente do computador até 2 de Fevereiro.
 
Venha tomar comigo um cálice de poesia...
Entre por aqui na minha sala de visitas:
www.ecosdapoesia.com
 
publicado por appoetas às 02:42

Janeiro 20 2010

-Como passa, senhor Cotão?!

Diga-nos lá, então:

Já viu hoje o espanador

Que tantas cócegas lhe faz?!...

Talvez a vassourinha

P'ra dar uma risadinha,

Ou o paninho tão macio

Que zás...pás...

Lhe provoca um espirro?!...

Ou continua reinando

Com imperturbável paz,

Incólume e sereno,

Sempre ganhando terreno

Com sua prole aumentando

Sempre e sempre mais audaz?!...

De aspecto inofensivo,

Quem o julgaria, afinal,

O principal inimigo

Da pobre dona de casa,

A qual, sentindo-se vencida,

Tanto grita e tanto berra,

Que, em desespero de causa,

Só encontra uma saída:

Partir para a guerra

E apelar ao terrível aspirador,

Aquele monstro devorador,

Cujo barulho infernal

Lhe provoca tanto horror,

O único capaz, afinal,

De o encarar de frente

E, num beijo fatal

O engolir num repente,

Arrebatando-o de rompante

Numa viagem alucinante

(Olhe que não são patranhas)

Até o sepultar, finalmente,

Em suas profundas entranhas...

 

Marieta Antunes

 

publicado por MARIETA ANTUNES às 20:04

Janeiro 18 2010

Se estou a blasfemar

Ou se é heresia,

Perdoa-me, meu Deus,

Pois sei que não sou ninguém 

Para, afinal,

Sequer em pensamentos meus

Querer te questionar,

Mas a raíz do pensamento

Não se pode controlar:

Se a tragédia consumada

É apenas um recado,

É apenas uma mensagem

Que pretentes fazer passar

Para alterarmos o comportamento

Que, inconscientemente, temos adoptado,

Por que razão o mais pobre,

O mais frágeil e indefeso,

É sempre o mais sacrificado?!...

 

Marieta Antunes

 

 

 

 

publicado por MARIETA ANTUNES às 20:38

Janeiro 18 2010

Ninguém é superior a ninguém.

Cada ser humano é, como tal, inteligente,

Encerrando em si um manancial de potencialidades;

A vida de cada um é que é diferente

E, consequentemente,

Diferentes são também as oportunidades.

 

Se a civilização humana

Criou para cada pessoa

De uma forma desumana

Em nome da harmonia

Um degrau na hierarquia

Que integra a sociedade,

Já no domínio da espiritualidade,

A mais pura essência do ser humano,

À luz da lei Divina

Que a todos nós irmana

No Amor e na Verdade,

Todos e cada um

Estamos no mesmo plano

De justiça e de igualdade:

Uns são pretos, outros brancos;

Uns servos, outros senhores;

Uns crentes, outros ateus;

Uns iletrados, outros doutores;

Uns diabos, outros santos,

Mas todos filhos de Deus.

 

MARIETA ANTUNES

 

 

publicado por MARIETA ANTUNES às 01:32

Este blogue está aberto aos co-autores e Poetas Amigos de Maria Ivone Vairinho
Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
14

17
19
21
23

25
26
27
29



links
pesquisar
 
Tags

11 poemas inéditos de carlos cardoso luí(1)

25 anos app(11)

ada tavares(18)

adriano augusto da costa filho(39)

albertino galvão(11)

albina dias(18)

alfredo martins guedes(2)

ana luísa jesus(4)

ana patacho(3)

anete ferreira(3)

antónio boavida pinheiro(22)

app(5)

armindo fernandes cardoso(3)

bento tiago laneiro(5)

carlos cardoso luís(13)

carlos moreira da silva(2)

carmo vasconcelos(22)

catarina malanho semedo(2)

cecília rodrigues(48)

cláudia borges(8)

dia da mãe(8)

dia da mulher(9)

dia do pai(6)

donzília martins(8)

edite gil(68)

elisa claro vicêncio(4)

euclides cavaco(100)

feliciana maria reis(4)

fernando ramos(20)

fernando reis costa(3)

filipe papança(11)

frances de azevedo(2)

gabriel gonçalves(14)

glória marreiros(20)

graça patrão(6)

helena paz(15)

isabel gouveia(3)

jenny lopes(11)

joão baptista coelho(1)

joão coelho dos santos(7)

joao francisco da silva(4)

joaquim carvalho(3)

joaquim evónio(9)

joaquim sustelo(70)

judite da conceição higino(4)

landa machado(1)

liliana josué(45)

lina céu(5)

luis da mota filipe(7)

manuel carreira rocha(4)

margarida silva(2)

maria amélia carvalho e almeida(6)

maria clotilde moreira(3)

maria emília azevedo(5)

maria emília venda(6)

maria fatima mendonça(2)

maria francília pinheiro(3)

maria ivone vairinho(14)

maria jacinta pereira(3)

maria joão brito de sousa(69)

maria josé fraqueza(5)

maria lourdes rosa alves(4)

maria luisa afonso(4)

maria vitória afonso(8)

mário matta e silva(20)

mavilde lobo costa(22)

milu alves(6)

natal(16)

odete nazário(1)

paulo brito e abreu(6)

pinhal dias(9)

rui pais(8)

santos zoio(2)

sao tome(10)

susana custódio(15)

tito olívio(17)

vanda paz(23)

virginia branco(13)

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO